O que é um implante dentário?

Um implante dentário permite substituir um dente natural, que por vários factores possa ter sido perdido ou que nunca se tenha formado.
O implante é colocado no osso do maxilar superior ou inferior permitindo suportar forças, como o comer, mastigar ou “trincar”, tal como acontece com os dentes naturais.
Quando perdemos um dente, os dentes antagonistas e os que estão ao lado, tendem a deslocar-se para o espaço livre deixado pelo dente perdido, provocando desequilíbrios nas arcadas dentárias que podem originar a perda de mais dentes, assim como problemas graves na articulação dos maxilares. Acresce ainda que no local do dente perdido irá dar-se a reabsorção do osso maxilar onde as raízes dos dentes estavam implantadas, originando a consequente perda óssea o que compromete mais tarde também a estética facial.

Os implantes dentários permitem-nos restituir as funções dos dentes naturais (mastigatória, fonética e estética), sendo a mais avançada opção para a substituição dos dentes perdidos.

A reabilitação com implantes dentários divide-se em duas fases de tratamento:

-1ª Colocação do implante.
-2ª Colocação da coroa/prótese sobre o implante.

Entre estas duas fases existe um tempo de espera de 4 a 6 meses onde se aguarda a osteointegração do implante, isto é, a formação de osso que nos garante a viabilidade do implante. No intervalo de espera é colocada uma alternativa provisória, o que faz com que o paciente nunca ande sem dentes.

Os implantes dentários possuem algumas vantagens quando comparados com as próteses dentárias:

Vantagens
– Maior preservação do osso (reduzindo a sua reabsorção).
– Preservação dos dentes adjacentes de desgastes (comparativamente às pontes fixas sobre dentes naturais), por serem estruturas independentes reduz a força / pressão exercida sobre os dentes ou restantes estruturas orais.
– Estética.
– Conforto.

Desvantagens
– Custo mais elevado do que as próteses removíveis.
– Procedimento cirúrgico e consequente espera de cicatrização levando a um maior período de reabilitação oral.
– Possibilidade de fratura mecânica de algum dos seus componentes (parafuso de aperto, por exemplo).

A colocação de um implante dentário dói?

Habitualmente, não provoca dor, pois o paciente é previamente anestesiado localmente, salvo nos casos dos implantes zigomáticos onde é efetuada sob anestesia geral.

Como é o Pós-operatório?

A recuperação é quase imediata, podendo o doente levar uma vida perfeitamente normal, desde que siga as recomendações fornecidas pelo seu médico dentista.
De modo, a minimizar alguns riscos e complicações são necessários alguns cuidados, tais como:

-Tomar a medicação prescrita correctamente.
-Aplicar gelo (indiretamente) sobre a zona intervencionada.
-Evitar movimentos bruscos com a cabeça e atividade física mais intensa.
-Evitar exposição ao sol e fontes de calor.
-Reforçar os cuidados de higiene oral.
-Optar por uma alimentação mais mole ou pastosa durante a 1ª semana.

No caso de ser efetuado enxerto ósseo para colocação do implante dentário, a recuperação é semelhante, com exceção do facto de que será necessário aguardar algum tempo adicional até que se verifique a total osteointegração do implante.
Não existe, normalmente, dor após a colocação do implante dentário, mesmo que se verifique a chamada rejeição de implante dentário (perda do implante).

Para mais informações dirija-se à nossa clínica ou contacte:

243 155 095 | 916 318 184