Neurologia

A Neurologia é a especialidade da Medicina que estuda as doenças estruturais do Sistema Nervoso Central (composto pelo encéfalo e pela medula espinal) e do Sistema Nervoso Periférico (composto pelos nervos e músculos), bem como de seus envoltórios (que são as meninges).

Doença estrutural significa que há uma lesão identificável em nível genético-molecular (mutação do material genético DNA), bioquímico (alteração de uma proteína ou enzima responsável pelas reacções químicas que mantêm as funções dos tecidos, órgãos ou sistemas) ou tecidual (alteração da natureza histológica ou morfológica própria de cada tecido, órgão ou sistema).

Por outras palavras, existe uma alteração neuroanatómica ou neurofisiológica que produz manifestações clínicas.

As manifestações clínicas mais usuais são:

– Distúrbios do sono;

– Neuro-infecções;

– Epilepsias;

– Doenças vasculares encefálicas;

– Neuropatias;

– Mielopatias;

– Traumatismo crânio-encefálico;

– Doenças neuro degenerativas;

– Distúrbios dos movimentos;

– Síndrome de Guillain-Barré;

– Deficiência mental e Malformações congénitas do Sistema Nervoso.

Além das três grandes divisões da Neurologia, a saber, Neurologia Geral, Neurologia Infantil e Neurocirurgia, a especialidade abrange o estudo dos métodos diagnósticos auxiliares que lhe são directamente relacionados, tais como LCR, Eletrencefalograma, Eletromiografia e Neuroimagem (angiografia, tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética, SPECT, PET-scan).